Artigos

Publicado em 11 de Maio de 2017 às 16h:32

SporTV também transmitirá BoxingForYou 3!

Foto do autor

Autor Daniel Leal


Nós não avisamos vocês? Pois bem, antes mesmo do que prevíamos, outra emissora se junta ao trabalho da B4U. Canal do grupo Globosat se rendeu ao evento e passará o mesmo COMPLETO a partir da terceira edição, em Junho. A BandSports também levará ao ar a programação que acontecerá em Sorocaba. É a primeira vez que isso ocorre no boxe brasileiro.
(Imagem: Montagem R13)

Em nosso vídeo a respeito do boxe no meio do fogo cruzado entre mídias, já havíamos dito que seria muito difícil que outra TV não se interessasse pelo BoxingForYou. Nossa aposta era que no terceiro, ou no quarto, evento da marca, já tivéssemos mais uma transmissão, além da BandSports. Dito e feito. O SporTV acaba de fechar parceria para levar ao ar, ao vivo, todas as lutas do dia 17 de Junho, no Golden Park Hotel, em Sorocaba.

Isso se dá pois, conforme mencionamos, a BTSM Group, promotora responsável pelo produto, já estava fazendo um trabalho, que ninguém havia se interessado em fazer: Construir a imagem de um esporte que possuía seu nicho de mercado totalmente em aberto e uma demanda suprimida. Uma hora, cedo ou tarde, mais gente se interessaria em entrar no negócio.

A lógica por trás disso é simples: Se antes o pugilismo estava largado graças a seus próprios erros, uma vez corrigidos, quem entrasse na onda antes, surfaria a mesma melhor. Foi o que a BandSports fez, e agora o SporTV, largando atrás, fará. O que surpreende até mesmo o Round13 é o fato de, mesmo na grade bastante apertada que possui, o canal carioca programar, pelo menos por enquanto, a exibição de todos os combates.

Essa é a premiação por um trabalho bem-feito. Com combates bem casados, boa produção, infraestrutura e dando condições aos atletas e à entidade supervisionadora de fazerem seu trabalho, não teria como correr de outra forma. Se a nossa nobre arte ainda vivesse os tempos aonde o órgão sancionador promovia o mesmo evento que deveria apenas supervisionar, em que o promotor colocava laranjas como dirigentes e os eventos eram realizados em cidades obscuras apenas para pegar a verba de prefeituras, tenha certeza, nada disso aconteceria.

Acreditem, estamos a um passo de retornarmos às TVs abertas. O boxe brasileiro tem tudo para voltar à mídia. Resta saber se os demais envolvidos vão seguir o exemplo dado e fazer mais programações dignas. Já está provado, para quem não acreditava, que trabalhando direito o mercado será reconstruído. Que isso sirva de exemplo para que todos os envolvidos em nosso esporte no Brasil.

Comentários