Artigos

Publicado em 05 de Outubro de 2017 às 11h:52

Crawford subirá aos meio-médios!

Foto do autor

Autor Daniel Leal

Na convenção do Conselho Mundial de Boxe, o título dos meio-médios-ligeiros já tem até sua linearidade decidida, isso devido ao fato de que já é dada como certa a ida de Terence Crawford aos meio-médios, abandonando, portanto, seus cinturões e esta é uma notícia excepcional! (Imagem: Montagem R13)

Terence Crawford (32-0, 23 ko's) parece decidido à fazer história e buscar seu lugar como número #1, libra-por-libra, na atualidade. Isso porque, sua ida aos meio-médios já é tida como certa, restando apenas o envio de cartas oficiais às entidades pelas quais possui cetros mundialistas. Se confirmada sua intenção, isto representaria sua segunda subida de peso na carreira, adentrando, então, à terceira categoria distinta.

Ex-campeão dos leves, e agora dos meio-médios-ligeiros, Crawford deve estrear em breve nos meio-médios, divisão na qual os monarcas atuais são Errol Spence Jr. (22-0, 19 ko's), Keith Thurman (28-0, 22 ko's) e Jeff Horn (17-0-1, 11 ko's) detentores das cintas FIB, AMB/CMB e OMB, respectivamente. Os 66,7 kg ainda contam com nomes como Danny Garcia (33-1, 19 ko's), Shawn Porter (27-2-1, 17 ko's), Lamont Peterson (35-3-1, 17 ko's) e Manny Pacquiao (59-7-2, 38 ko's).

Pacquiao, aliás, já é cotado como seu possível adversário a tempos e este fato coloca ainda mais lenha em uma provávell contenda entre ambos no ano que vem. A recusa do astro filipino em encarar Horn em uma revanche, põe ainda mais tempero nesta especulação.

Independente de dividir o ringue com Manny, ou não, ao tornar-se um player dentre o intervalo de libras mais disputado e recheado de estrelas do pugilismo atualmente, Terence abre um leque enorme de possibilidades de grandes confrontos, tornando esta notícia, se realmente estabelecida, em algo excelente para a nobre arte.

O Conselho Mundial de Boxe, em sua convenção anual que está ocorrendo em Baku, no Azerbaidjão, já definiu o destino do cetro dos 63,5 kg, caso este seja mesmo deixado para trás por Crawford: Amir Iman (20-1, 17 ko's), 1º do ranking, encararia o terceiro, Jose Ramirez (20-0, 15 ko's), valendo o reinado vago. Ramirez, no entanto, divide o tablado com Mike Reed (23-0, 12 ko's), em 11 de Novembro, o que gera uma incógnita, tanto em relação ao resultado, quanto à própria disputa entre Ramirez e Reed.

Uma peleja pelo cinturão interino do CMB também foi ordenada: Regis Prograis (20-0, 17 ko's), número #2 do tabelamento, e o ex-campeão Viktor Postol (29-1, 12 ko's), 4º colocado, se enfrentariam visando encarar o vencedor de Iman x Ramirez. O porquê de a organização não ter simplesmente ordenado que os dois primeiros do ranking se enfrentassem pelo título, permanece uma mistério…

 

Comentários